quarta-feira, 25 de novembro de 2015

AS COISAS MUDAM COM O TEMPO... SQN!





Engraçado, o tempo passa e as coisas continuam do mesmo jeito:
  • Vagabundo sendo defendido pelo "Direito dos Manos"; 
  • Leis "frouxas"; 
  • E um monte de "especialistas" em segurança pública achando que entende o nosso trabalho.
O Brasil tem a sociedade que merece!

EPM!!!

domingo, 15 de março de 2015

CANSADA...





Triste com a recente e trágica notícia da morte do nosso irmão de farda, Sd Eduardo (10ª Cia Ind / PMES). Um jovem policial brutalmente morto... Mas essa não é um acontecimento relevante para os Direitos Humanos, até porque o que importa para esses defensores é o bem-estar dos vagabundos, bandidos, traficantes e homicidas... Esses sim são os "coitadinhos" da sociedade. Não tiveram oportunidades na vida, não é mesmo? Poupem-me!!! 
E pra completar temos ainda o nosso arcaico Código Penal... Que cenário deprimente essa inversão de valores!!! E apesar de tudo isso, cá estamos... Realizando nosso trabalho, arriscando nossas vidas em prol de um Estado que não nos valoriza, tão pouco nos assiste... Em prol de uma sociedade que não nos respeita e muito menos reconhece a importância de nossa existência. 
Apesar disso estamos lutando (com o que temos), pois acreditamos que um dia as coisas podem mudar. E quem sabe mude mesmo... A minha parte estou fazendo e creio que muitos irmãos também o fazem.



quarta-feira, 4 de junho de 2014

VAMOS ACABAR COM A POLÍCIA



Se a polícia é tão ruim, é tão despreparada, é tão truculenta, nunca resolve nada (...), tenho uma sugestão: VAMOS ACABAR COM A POLÍCIA!!! Já que nunca deixamos o cidadão satisfeito, vamos extinguir a polícia... Assim, quando der algum problema, o camarada vai pegar o telefone e ligar para o Papai Noel, talvez ele tenha condições de dar a devida assistência.

Revoltada? Não... INDIGNADA, essa é a palavra. Ora ou outra me deparo com um "especialista" de segurança pública tecendo comentários sobre a atuação policial. Comentários, digam-se de passagem, descabidos e sem embasamento técnico. Todo esse "achismo" disseminado por esses "especialistas", por muitas vezes, contamina pessoas que também, por não terem o conhecimento técnico, acabam tomando aquilo como verdade e, por fim, propagam nossa imagem de forma distorcida.

Falar, meu camarada, é muito fácil. Ficar conjecturando soluções também... Agora, colocar o rostinho "bi-i-to" que mamãe fez... ninguém coloca, né? Por quê? Se você detém a solução de TODOS os problemas, se você sabe como deve agir o Estado e as Forças Armadas... Não entendo... Você tem o conhecimento para salvar o mundo e não coloca a cara a tapa??? Por quê? Falar é mais fácil, né? Assume... é mais fácil.

Não estou aqui pra dizer que a polícia é perfeitinha, longe disso... Até porque não é! Frutas podres há em todo lugar... eu disse TODO LUGAR. Na sua rua, no seu trabalho, até na sua família... e porque não no meu trabalho? O meu trabalho, por acaso, é pior que o seu? Contribuo menos que você para a sociedade? Lembre-se, nós - Policiais - também somos cidadãos, ou isso é novidade pra você?

Sabe quando as coisas vão melhorar? Quando as pessoas começarem a valorizar as outras... A sociedade é feita por todos nós e NÓS somos responsáveis por ela. Sendo assim, é correto afirmar que a culpa de todas as mazelas sociais é da polícia? Pense nisso... Participe mais e fale menos. 


<<< Olhem para a imagem acima. 
É isso que vocês realmente querem? >>>

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

AS FÉRIAS ACABARAM




Guerreiros, quantas saudades! Por várias vezes entrei no blog pra escrever, mas a correria do dia-a-dia não me possibilitou sentar com tranquilidade diante do computador e contar alguns "causos" para os senhores. De novembro/13 pra cá, dei uma apertada no meu treinamento físico, afinal, muito curso bom era esperado para esse ano de 2014.

E o ano para a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) começou com a corda toda! Um planejamento de capacitação de alto nível foi colocado à disposição dos militares... e pra quem estava interessando em aperfeiçoar suas habilidades e técnicas policiais, não perdeu tempo e começou a se preparar... E eu sou uma delas!

Os guerreiros dos Grupos de Apoio Operacional (G.A.O.), dos batalhões de área, deram o pontapé inicial nos cursos de capacitação. E a semana está sendo sugada para os camaradas... Pensa no calor desgraçado que está fazendo no Espírito Santo, nas completas sem fim a serem pagas e nas instruções incessantes e sugadas... Não é brincadeira, meu irmão! Só quem passa por isso, tem noção. Bom saber que poucos desistiram e os que bravamente seguraram a carcaça, terão sua justa formatura em breve (1ª turma). E outras turmas virão e torço para que os demais combatentes resistem com galhardia a missão.

Tivemos a recente formatura do CFSd/13 e uma recrutada foi selecionada para participar do Nivelamento nos batalhões especializados (BME, ROTAM e RPMont). Se aprovados, farão parte das honrosas Unidades. Infelizmente, foi desanimador saber que nem todos os recrutas chegaram com a vibração, abnegação e dedicação necessárias para transpor a etapa do nivelamento. Esperavam que fosse feita a publicação de sua transferência para um batalhão especializado e pronto, era só colocar a farda camuflada (do BME, por exemplo)? Assim, é fácil, né camarada?! Mas quem disse que ingressar numa Unidade Especializada é fácil??? Não pensem os senhores que, se não derem seu sangue e não mostrarem pra que vieram, vão ser aprovado no estágio... Digo-lhes, suas trajetórias serão curtas nos Nivelamentos. Os senhores estão tendo a oportunidade de se capacitarem ainda mais, além de ingressar em respeitados batalhões... vão perder a chance? Aí é com os senhores.

E ainda tem muito curso bom por aí... CATE, CDC, COR, Choque Montado, COChq, CTAM, entre outros. Se você, guerreiro do ES, tem interesse realmente em pagar sua etapa e conquistar seu tão almejado brevê, não perca tempo... treine, treine bastante. Mas não treine apenas a carcaça, capacite a sua mente... Garanto-lhe que fará toda a diferença! Ou você nunca ouviu o célebre jargão militar: "Quando o corpo não aguenta, a moral é que sustenta". Estou fazendo a minha parte e vc, está fazendo a sua?




sábado, 30 de novembro de 2013

"A SOMBRA DE UM RATO"




Quando li esse post, me deu ânsia de vômito. Mas sou uma pessoa sensata e não vou generalizar... minha mensagem não vai para as pessoas de bem, sejam elas Oficiais ou Praças de polícia. Minha mensagem vai para as pessoas arrogantes, pequenas de espírito... vai para as pessoas medíocres, que se apoiam em status para se tornar maiores do que elas realmente são; para as pessoas que menosprezam e ridicularizam alguém ou alguma coisa. No caso, uma classe militar... Será algum complexo? 

Como pode um sujeito utilizar uma rede social para expor um comentário tão discriminatório?! Sim, discriminatório. Afinal de contas, só é Praça quem quis "estudar pouco", quem quis fazer um "curso rápido" e quem não teve "competência" pra ser chefe? Vai, me responda!? Simplesmente ridículo o comentário. 

Pior é quem fica TRÊS anos estudando para ser um gestor e termina o curso sem aprender absolutamente NADA! Ser Oficial não significa ser Deus, meu camarada. E o mundo não é exclusivamente militar, depois dos muros do quartel você é uma pessoa como outra qualquer... sim, como outra qualquer. Quem não percebe isso, é porque ainda não teve coragem de sair da sua redoma de vidro e ver a realidade... A realidade é dura, meu irmão...

Quer um simples exemplo? Você vai à padaria comprar pão e tem uma fila gigantesca. Aí você pensa: "Eu, Oficial de Polícia, não posso esperar!". Mas você não pode jogar suas estrelas pra cima do atendente... e por quê? Porque seu status lá na padaria não vale de nada!!! E se falar alguma gracinha, está arriscado a ouvir o que não quer. Pergunto eu: Então pra que toda essa soberba?

Ratifico que nem todos são assim. Conheço muitos Oficiais valorosos, dos quais tenho muita estima, mas ver um camarada exaltando exacerbadamente sua condição, se achando o rei da cocada preta, é o fim! 

Estou enganada ou é a base que sustenta o topo? Sim, porque merecimento pelos feitos é dado apenas ao alto escalão... e quem o ajudou a produzir o resultado? Digam-me, quem? A Praça. Mas não nos preocupamos com isso, se temos uma missão, cumprimos. A glória infelizmente não vem pra todos... infelizmente. Uma prova disso é o nosso reajuste salarial, que o Governo fez questão de privilegiar o alto escalão da Polícia Militar.

Já não bastasse ler que "estudei pouco", quis fazer um "curso rápido" e não tive "competência" para chefiar... ainda tive a lástima de ler mais um despautério: me pediram para olhar pra "direção do sol, antes de eu me parecer grande", pois "posso ver a sombra de um rato, agigantada pelo sol poente". Dá pra acreditar??? Além de tudo, chamou as Praças de RATOS. Ahhhhhh... ia até comentar a respeito, mas vou me abster.

Sabe quando que um sujeito desses terá o respeito e o apoio de sua tropa? NUNCA!!!!

sábado, 21 de setembro de 2013

EFETIVIDADE NAS AÇÕES POLICIAIS




Por que a Doutrina é criada? Em poucas palavras... Para padronizar e maximizar ações e reduzir riscos. Agora me diz, por que ainda encontramos pessoas que burlam tais preceitos por acharem que não fazem sentido e/ou não são necessários? 

Meu camarada, não se engane... a Doutrina deve ser seguida. Se ela existe, ela deve ser respeitada! Pois o que lá está, certamente não foi escrito sem embasamento. Guerreiros muito competentes basearam-se empiricamente, obviamente dentro dos parâmetros legais e de acordo com as necessidades táticas de segurança, para formularem algo que facilitasse a atuação dos agentes de maneira estruturada, eficiente e eficaz.

Pense nisso, antes de querer inventar moda e colocar a sua vida, a de seu companheiro e a de terceiros em risco. Depois não adianta criar justificativas para o problema. Se agindo dentro da técnica já somos crucificados, imagine se atuarmos sem embasamento! Aí f%$##@... QSL?

sábado, 10 de agosto de 2013

SABE MESMO TANTO ASSIM?





É difícil compreender a sociedade: Se agimos reclama. Se não agimos, também reclama. Ah, esqueci... falar é fácil, muito fácil.

Mas a solução para todos os problemas da área da segurança chegou: Abriram as inscrições para o concurso da PMES, são mais 2.100 vagas. Sugiro que os "especialistas" em segurança pública façam suas inscrições, passem por todo o processo seletivo, além de toooodo o curso de formação e depois venham colocar em prática suas perfeitas teorias revolucionárias.

Quero ver se o tema é tão simples assim de ser administrado, como dizem. Mas acredito que seja, pois o que mais vejo, são pessoas (desprovidas de conhecimento técnico) falando que a polícia tem que fazer isso ou tem que fazer aquilo. Cheguei a ler o seguinte comentário no facebook, sobre uma situação de refém que ocorreu hoje, no Centro de Vitória:

"Por causa de um simples sequestro da ex-mulher, a incompetência da polícia comandada por um pernambucano incompetente parou o Centro de Vitória. Nem a pé se passa pela Av Florentino Ávidos. Um verdadeiro arsenal de guerra, Bastava um bom negociador."

Pergunto eu: Por acaso a situação de sequestro é uma situação SIMPLES? Pqp!!! Não dá vontade de encher a cara desse FDP de porrada? É porque não é a mãe dele que está lá!!! Esse tipo de gente, por acaso, tem competência pra dizer o que a polícia deve ou não fazer? Porcaria nenhuma!!! É apenas um idiota que se ACHA o dono da razão. O que obviamente não é. Pior ainda, é ver que outras tantas concordam com um FDP desse. Isso me revolta!

Para pessoas desse "gabarito" que sugiro a inscrição no concurso da PM. Vamos, façam suas inscrições!!! Venham resolver os problemas da sociedade... Os senhores não são tão conhecedores e especialistas acerca do assunto??? É um desperdício não tê-los em nossa Corporação. Venham senhores, venham resolver definitivamente a atual situação da Segurança Pública! Ao invés de ficarem dando opiniões em redes sociais, venha colocar a mão na massa.

Palavras são mais fáceis, não é meu camarada? Falar abobrinha então... mais ainda. Sabe por que os senhores não encaram o que NÓS - POLICIAIS - encaramos? Por que os senhores são uns fracos, são uns merdas!!! Isso mesmo. Acordem... os senhores não são conhecedores do assunto, não sabem sobre os procedimentos técnicos, não sabem sequer das modalidades de policiamento, vão querer saber quantos policiais e quais policiais são necessários para o atendimento de uma ocorrência com refém??? Poupem-me!!!

Continuem com a brincadeirinha revolucionária dos senhores e deixa o trabalho de gente grande pra quem DE FATO sabe como faz. Só me fazem o favor: só abrem a boca pra falar do nosso serviço, se tiverem conhecimento EFETIVO de causa. Conjecturas só comprovam o quão ignorantes sobre o assunto os senhores são, QSL?




quarta-feira, 3 de julho de 2013

TESTEMUNHA VIRTUAL



Muito válida a iniciativa da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social - SESP em disponibilizar ao cidadão um mecanismo de denúncia contra esses vândalos que estão tirando brilho das manifestações capixabas. A SESP criou um link onde se podem realizar uploads de imagens e vídeos que visam facilitar a ação da polícia no que tange a detenção desses infratores. Vale lembrar que a denúncia pode ser anônima. 

Então, se os senhores possuem provas... Denunciem!


Acesse o link - Testemunha Virtual


A sociedade e os agentes de segurança pública agradecem sua colaboração.





terça-feira, 18 de junho de 2013

DEMOCRACIA, RESPEITO E ORDEM PÚBLICA




Diante dos últimos acontecimentos em nosso país, não poderia deixar de expor minha análise sobre o que mais se tem falado: Protestos e Manifestações. E já vou adiantando, antes de qualquer crítica idealista: Sou completamente a favor da DEMOCRACIA, do RESPEITO e da ORDEM PÚBLICA. 


***** 


ATO I - DEMOCRACIA 

Vitória/ES, 17 de junho de 2013 - 18:30h - Em frente a UFES (Universidade Federal do ES). 

Milhares de manifestantes reunidos, saem pelas ruas da capital a fim de apoiar os protestos que vem ocorrendo em São Paulo e no restante do país. Até aí, ótimo! É o seu direito. Vibrei ao ver brasileiros entoando o hino nacional, gritando palavras de impacto, tudo de maneira organizada, responsável e, melhor de tudo, pacífica. O Governo do Estado não só apoiou a iniciativa, como também providenciou para que o protesto ocorresse tranquilamente. Mas para que isso, na prática, pudesse acontecer, lá estavam os bravos guerreiros da polícia militar, além dos companheiros da guarda municipal, garantindo a segurança dos manifestantes durante todo o trajeto, sem contar nas cancelas da terceira ponte, que estavam completamente liberadas... os protestantes tiveram livre acesso para garantir o sucesso da manifestação. E por que não, ser referência para os demais estados da nação? Não tinha ninguém, absolutamente ninguém, impedindo a caminhada. Mais que o apoio do Governo do Estado, da polícia e prefeituras, os manifestantes tiveram total apoio da sociedade por onde passavam. Isso sim é protestar!!! 


ATO II - RESPEITO

Vila Velha/ES, 17 de junho de 2013 - 21:00h- Em frente a residência oficial do Governador. 

Os manifestantes tomaram toda a terceira ponte, em direção à residência do Governador Renato Casagrande. Vale ressaltar que o mesmo não estava no local. Pois bem, para garantir que nenhum tumulto se formasse, as tropas especializadas foram acionadas e lá estavam (em QAP) para qualquer eventualidade. Os protestantes chegaram e uma barreira humana foi feita pelos combatentes do BME - Batalhão de Missões Especiais, no acesso que dava para a casa do Governador... um procedimento padrão para a situação. A sociedade que inicialmente apoiou o ato dos manifestantes, piscando as luzes de suas casas, dando água para os mesmos durante o trajeto, mudou de postura após a ação desrespeitosa de uma latinha ser arremessada contra o policial que estava dialogando com alguns mediadores do movimento. Repito, quando o policial estava dialogando! Não bastasse isso, os infelizes começaram a jogar pedras e lajotas contra os policiais, começaram a depredar não apenas o patrimônio público (CREFES), como também o privado. Isso é respeito??? 


ATO III - ORDEM PÚBLICA

Vila Velha/ES, 17 de junho de 2013 - 21:40h- Em frente a residência oficial do Governador. 

Somente a partir do momento em que uma lata é lançada contra o policial, que ficou ferido, é que o BME agiu, procurando cumprir o que é o dever de todo militar: garantir a ordem pública. Diga-se de passagem, uma ação padrão... Completamente técnica, eficiente e sem excessos. E a manifestação pacífica de outrora deu lugar a atos de vandalismo. Prédios e veículos foram depredados, as grades da churrascaria Gramado foram arrancadas e tiveram seus vidros estilhaçados por pedras, o CREFES - Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo teve seu portão arrancado e jogado na rua, sem contar nos lixos... Que foram jogados na via pública e colocado fogo por eles... os manifestantes? Não!!! Os vândalos. De que adiantou ficarem entoando aos quatro cantos "Sem violência, sem violência, sem violência"? Ora, mas isso não é uma violência??? 

***** 

Garantir seu direito é algo que lhe é assegurado. Agora, agredir o direito dos demais cidadãos e da sociedade não faz de você um manifestante, nem protestante, tão pouco um cidadão que queira de fato mudar o seu país. Pense nisso.



Fontes: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/06/noticias/cidades/1449913-manifestacao-acaba-em-praca-de-guerra-na-porta-da-casa-do-governador.html

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2013/06/noticias/cidades/1449915-secretario-de-seguranca-diz-que-agiu-para-dispersar-grupo-radical.html

terça-feira, 7 de maio de 2013

QUAIS SÃO SEUS LIMITES?



Canso de ver militar, principalmente os mais modernos, pagando mistério... dizendo que vai fazer o CDC, CATE, COR, CTO, CTAM, COTAM e por aí vai!!! Que é o fod@ e que a carcaça aguenta. Alguns, até peso seu histórico no CFSd, acredito que sim, que consigam. Mas muitos nem imaginam o que é chegar ao extremo das suas capacidades físicas e psicológicas. Eu confesso que também não conheço, mas tenho consciência de que cheguei um tanto quanto perto. Isso pode me dar uma ideia do meu limite, embora não me ajudará em muita coisa quando eu estiver lá... num curso militar.

Só estando lá... ralando, colocando seu punho cerrado no chão; xerifando um turno; subindo e descendo inúmeras vezes uma ladeira; correndo 10km de calça e coturno; tendo que - exausto - pensar com rapidez; ficando horas ouvindo histórias contadas com tanta lentidão para que você possa pegar no sono e assim, cair num lago gelado em plena madrugada; enfim... só quem passa por tudo isso e muito mais que pode dizer que conhece seus limites. Fora isso, são só conjecturas.

É o que sempre digo: falar é fácil, agora "dar a cara a tapa" é que são elas. Um bizu? Fale menos e aja mais! Não fique pagando mistério de que é o bonzão e quando chega a hora do "pega-pra-capá", pede arrego e vem dizer que não era o que esperava.

Guerreiros, longe de mim querer criticar aqueles combatentes que, ao verem que não tem condições de continuar, pedem baixa! Não me refiro a eles, mas sim àqueles que gostam de ficar cantando vitória antes do tempo, QSL? Que fique bem claro.

Nobres são aqueles que se propõem com galhardia superar seus limites. Nobres são os que não menosprezam seus companheiros por se julgarem superiores demais. Nobres são os homens que reconhecem seus limites e tem a hombridade de dizer que basta.

Por isso guerreiro, se é o seu propósito fazer um curso operacional, faça-o com nobreza. Pois, independente do resultado, você terá plena convicção de que fez o melhor aos seus olhos, bem como aos olhos dos seus companheiros e comandantes.